SEDAÇÃO INALATÓRIA COM ÓXIDO NITROSO PARA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19

TESTE DE SEGURANÇA NO USO DA TÉCNICA.

  • Carlos Eduardo GIORDANO
  • Cristiane Loth GIORDANO
  • Melissa M¨uller BARBOSA
  • Alicio L. LOTH
  • Adriana S. CUNHA-CORREIA

Resumo

Em 2020 o mundo parou em virtude da pandemia de COVID-19, causada pelo corona vírus SARS-CoV-2. O risco de disseminação da doença tornou-se um desafio na Odontologia, uma vez que o profissional atua próximo à via aérea do paciente, aumentando o risco de contaminação da equipe, e infecção cruzada entre os pacientes e acompanhantes. Para controlar a disseminação do vírus, órgãos sanitários sugeriram suspensão dos atendimentos eletivos e emitiram novos protocolos de biossegurança, a fim de minimizar principalmente a geração de aerossóis nos procedimentos odontológicos. Todavia, o tratamento de urgência/emergência de pacientes não colaboradores pode aumentar a geração de aerossóis na sala de atendimento, piorando a contaminação do ambiente. Neste ínterim, técnicas farmacológicas de controle do comportamento tornam-se imperativas, e a sedação inalatória com óxido nitroso apresenta-se como alternativa segura e eficaz. Para confirmar a segurança da técnica, este estudo propôs um teste de vazão de gases no equipamento de sedação, a fim de verificar a formação de aerossóis no derredor da máscara em diferentes situações clínicas. Não houve diferença significativa entre as situações testadas, e foi possível demostrar que a técnica de sedação inalatória não causou emissão de aerossóis e ainda reduziu o ar exalado pelo paciente no ambiente clínico, sendo indicada para controle do comportamento de pacientes não colaboradores durante a pandemia de COVID-19.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo GIORDANO

FAIPE. Mestre em Periodontia e Habilitado em Sedação Consciente com Óxido Nitroso.

Cristiane Loth GIORDANO

Especialista em Implantodontia e Habilitada em Sedação Consciente com Óxido Nitroso.

Melissa M¨uller BARBOSA

Graduanda em Odontologia pela Universidade de Taubaté (UNITAU)

Alicio L. LOTH

Graduado em Engenharia Mecânica pela PUCRGS em 1974, com especialização em Ensaios em Voo pela National Test Pilot School (California-USA) em 1985

Adriana S. CUNHA-CORREIA

Mestre em Odontopediatria pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba-UNESP, Doutora em Ciências Odontológicas pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba-UNESP, Habilitada em Sedação Inalatória em 2008 pelo NAPODONTO – ABENO

Referências

Achutan C, Radke M, Garcia A, Mead K, King B. Assessment of nitrous oxide exposures in a pediatric dentistry. CDC. 2005. Available in: https://www.cdc.gov/niosh/hhe/reports/pdfs/2005-0157-3110.pdf.
Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Perguntas e Respostas [publicado na internet]; Brasília, DF; 2020 [acesso em 4 maio 2020]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/10181/5809525/RDC_379_2020_.pdf/be9c4dec-cf3d-4139-9f7c-37c2f5b8044b.
American Academy of Pediatric Dentistry. COVID-19 Update/Coronavirus Update. 2020 Abril. Disponible en: https://www.aapd.org/about/about-aapd/news-room/covid-19/.
American Dental Association. ADA Council on Scientific Affairs; ADA Council on Dental Practice. Nitrous oxide in the dental office. J Am Dent Assoc. 1997; 128(3):364-5.
American Dental Association. Guidelines for the use of sedation and general anesthesia by dentists. 2012: 1-14.
Asociación Latinoamericana de Odontopediatría. Rota de atenção para procedimentos na Odontopediatria durante o período de isolamento ou quarentena da pandemia COVI-19. Revista de Odontopediatría Latinoamericana. 2020; 10(2).
Ather A., Patel B., Ruparel NB., Diogenes A., Hargreaves KM. Coronavirus disease 19 (COVID-19): implications for clinical dental care. J Endod. 2020; 46(5):584-95.
Beaucham C, Musolin K. Evaluation of nitrous oxide exposure at a dental center. U.S.: Department of Health and Human Services; 2017. Available in: https://www.cdc.gov/niosh/hhe/reports/pdfs/2016-0189-3296.pdf.
Boiano JM., Steege AL., Sweeney MH. Exposure control practices for administering nitrous oxide: a survey of dentists, dental hygienists, and dental assistants. Journal of Occupational and Environmental Hygiene. 2017; 14(6):409-16.
Brunick A., Clark M. Nitrous oxide and oxygen sedation: an update. Dent. Assist. 2010; 79(4):22-3,26,28-30.
Brunick A., Clark MS. Nitrous oxide and oxygen sedation: an update. Dent Assist. 2013;82(4):14-9.
Campos Tuñas IT., Silva ET., Santiago SBS., Maia KD., Silva-Júnior GO. Doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19): uma abordagem preventiva para Odontologia. Revista Brasileira de Odontologia. 2020; 77:1-7.
Centers for Disease Control and Prevention CDC. Recommendation: Postpone Non-Urgent Dental Procedures, Surgeries, and Visits [acesso em 27 Mar 2020]. Disponible en: https://www.cdc.gov/oralhealth/infectioncontrol/statement-COVID.html.
Conselho Federal de Odontologia. Recomendações para atendimentos odontológicos em tempos de COVID-19. Brasília, DF; 2020.
Conselho Federal de Odontologia. Resolução nº 51, de 30 de abril de 2004. Diário Oficial da União. 2004 Mai; 12(1):221-2.
Cunha-Correia AS., Correia TM., Motta AL. Sedação medicamentosa in práticas clínicas em Odontopediatria. In: Triches-Schmitz TC, et al. São Paulo: Quintessence; 2020.
Dave M., Seoudi N., Coulthard P. Urgent dental care for patients during the COVID-19 pandemic. The Lancet. 2020; 395:1257.
Donaldson M., Donaldson D., Quarnstrom FC. Nitrous oxide-oxygen administration: when safety features no longer are safe. J Am Dent Assoc. 2012; 143(2):134-43.
Franco AG., Amorim JCF., Carvalho GAP., Franco ABG. Importância da conduta do cirurgião-dentista frente à contenção e prevenção do Covid-19. Inter American Journal of Medicine and Health. 2020;3.
Franco JB., Camargo AR., Peres MPSM. Cuidados odontológicos na era do COVID-19: recomendações para procedimentos odontológicos e profissionais. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2020;74(1):18-21.
Froum S., Strange M. COVID-19 and the problem with dental aerosols. Oral Medi-cine, Anesthetics and Oral-Systemic Connection [publicação na web] 2020 [acesso em 20 abr. 2020]. Disponível em: https://www.perioimplantadvisory.com/periodontics/oral-medicine-anesthetics-and-oral-systemic-connection/article/14173521/covid19-and-the-problem-with-dental-aerosols.
Gupta K., Emmanouil D., Sethi A. Nitrous Oxide in Pediatric Dentistry: a clinical handbook. Springer; 2019.
Ladewig VDM., Ladewig SFADM., Silva MGD., Bosco G. Sedação consciente com óxido nitroso na clínica odontopediátrica. Odontologia Clínico-Científica (Online). 2016;15(2):91-6.
Levering NJ., Welie JV. Current status of nitrous oxide as a behavior management practice routine in pediatric dentistry. J Dent Child. 2011;78(1):24-30.
Macedo-Rodrigues LW., Rebouças PD. O uso de Benzodiazepínicos e N2O/O2 na sedação consciente em Odontopediatria. Revista da Faculdade de Odontologia de Lins. 2015;25(1):55-9.
Maia JA., Silva Alves TM., Boer NP., Correia TM., Motta AL., Cunha-Correia AS. Sedação mínima com midazolam em Odontopediatria: relato de caso de retratamento endodôntico. Arch health Invest. 2018;7(1):4-11.
Maia R., Fernandes CR. O Alvorecer da anestesia inalatória: uma perspectiva histórica. Revista Brasileira de Anestesiologia. 2002;52(6):774-82.
Malamed SF. Sedação na Odontologia. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012.
Malamed SF., Clark MS. Nitrous oxide-oxygen: a new look at a very old technique. CDA. 2003;31(5):397-404.
Mallineni SK., Innes NP., Raggio DP., Araujo MP., Robertson MD., Jayaraman J. Coronavirus Disease (COVID-19): Characteristics in children and considerations for dentists providing their care. Int J Paed Dent. 2020;30(3):245-50. doi: 10.1111/ipd.12653.
Martins-Filho PR., Gois-Santos VTD., Tavares CSS., Melo EGMD., Nascimento-Júnior EMD., Santos VS. (2020). Recommendations for a safety dental care management during SARS-CoV-2 pandemic. Revista Panamericana de Salud Pública. 2020;44(e51).
Moura LCLD. A utilização da sedação consciente com óxido nitroso/oxigênio (N2O/O2) em Odontologia. Piracicaba: Universidade Estadual de Campinas; 2005.
Occupational Safety and Health Administration (OSHA). COVID-19 Guidance for Dental Practitioners. U.S.: Department of Labor; 2020. Available in: https://www.osha.gov/Publications/OSHA4019.pdf.
Occupational Safety and Health Administration (OSHA). Guidance on Preparing Workplaces for COVID-19. U.S.: Department of Labor; 2020. Available in: https://www.osha.gov/Publications/OSHA3990.pdf.
Pereira LJ., Pereira CV., Murata RM., Pardi V., Pereira-Dourado, SM. Biological and social aspects of Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): related to oral health. Brazilian Oral Research. 2020; 34.
Picciani BLS., Humelino MG., Santos BM., Santos VDCB., Oliveira Costa G., Silva-Júnior GO., Bastos, LF. Sedação inalatória com óxido nitroso/oxigênio: uma opção eficaz para pacientes odontofóbicos. Revista Brasileira de Odontologia. 2014;71(1):72.
Ramacciato JC., Ranali J., Motta RHL. Sedação consciente inalatória em odontologia. 2005. Disponível em: http://www.gruponitro.com.br/atendimento-a-profissionais/%23/pdfs/artigos/sedacao/sedacao_consciente_inalatoria.pdf
Read JM., Bridgen JR., Cummings DA., Ho A., Jewell CP. Novel coronavirus 2019-nCoV: early estimation of epidemiological parameters and epidemic predictions. MedRxiv. 2020.
Serena, Manual de Instruções. Ex Dent Equipamentos Odontológicos. REF SRNA EVL 001.
Shuo S., Gary W., Weifeng S., Wenjun L., Yuhai B., George G. Epidemiology, genetic recombination, and pathogenesis of coronaviruses. [publicado na web]; 2016 [acesso em 20 abr. 2020]. Disponível em https://www.cell.com/trends/microbiology/fulltext/S0966-842X(16)00071-8?_returnURL=https%3A%2F%2Flinkinghub.elsevier.com%2Fretrieve%2Fpii%2FS0966842X16000718%3Fshowall%3Dtrue
Souza RCC., Costa PS., Costa LR. (2020). Precauções e recomendações sobre sedação odontológica durante a pandemia de COVID-19. Rev Bras Odontol. 2020;77(e1788).
Spangler CC. Making treatment of special needs patients an important part of your growing dental practice. Dent Clin North Am. 2016 Jul; 60(3):649-62.
Van Doremalen N., Bushmaker T., Morris D., Holbrook M., Gamble A., Williamson B., et al. Aerosol and Surface Stability of SARS-CoV-2 as Compared with SARS-CoV-1. N Engl J Med. 2020, Mar; NEJMc2004973.
Wilson KE. Overview of paediatric dental sedation: 2. nitrous oxide/oxygen inhalation sedation. Dental Update. 2013; 40(10):822–29.
World Health Organization (WHO). Novel Coronavirus (2019-nCoV)‎: situation report, 3. 2020.
Xu H., Zhong L., Deng J., Peng J., Dan H., Zeng X., Chen Q. High expression of ACE2 receptor of 2019-nCoV on the epithelial cells of oral mucosa. International Journal of Oral Science. 2020; 12(1):1-5.
Publicado
2020-05-21
Como Citar
GIORDANO, Carlos Eduardo et al. SEDAÇÃO INALATÓRIA COM ÓXIDO NITROSO PARA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19. REVISTA FAIPE, [S.l.], v. 10, n. 1, p. p. 69-84, may 2020. ISSN 2179-9660. Disponível em: <http://revistafaipe.lifesistemas.com.br/index.php/RFAIPE/article/view/196>. Acesso em: 30 oct. 2020.
Seção
Sedação